Leiria Film Mag

6.º Leiria Film Fest: Vencedores // Winners

Melhor Curta-metragem de Ficção Nacional Best Portuguese Fiction Short Film CALIFORNIA Nuno Baltazar (Portugal) Melhor Curta-metragem de Ficção Internacional Best International Fiction Short Film TSAR BOMBA Oskar Rosetti (Switzerland) Melhor Curta-metragem de Animação Nacional Best Portuguese Animation Short Film NO RETURN Carlos Filipe, Diogo Cordeiro (Portugal) Melhor Curta-metragem de Animação Internacional Best International Animation Short Film NEKO NO HI…

como a vida seria muito mais miserável sem os filmes da minha vida: Um Dia Inesquecível de Ettore Scola (1977)

Deixou-se embalar nos braços de uma mulher que foi, durante aquele dia em particular, uma pessoa que esteve consigo, que gostou de estar consigo, que o amou, mesmo sabendo quem ele era. 6 de Maio de 1938. Roma está toda engalanada e em festa para receber Adolf Hitler. Há alegria no ar. As pessoas estão…

como a vida seria muito mais miserável sem os filmes da minha vida: Esplendor na Relva de Elia Kazan (1961)

Esplendor na Relva é por ventura o filme mais bonito de Elia Kazan, só por ele merecia figurar com relevo na história do cinema Este filme de Elia Kazan é uma ode ao amor adolescente que perde as ilusões à entrada da idade adulta. Mas de todos os quadros que compõem a estória, é precisamente…

Por onde anda o Cinema Português?

A ausência do rico cinema português de formato curto nos festivais internacionais de cinema que não de “linha A” é preocupante Fez este mês de Maio quatro anos que exerço as funções de programador oficial do Festival Internacional de Cine de Piélagos, na Cantábria em Espanha depois de uma primeira incursão no mesmo enquanto membro…

Filmes que fazem uma história: Os Sete Samurais (1954)

Estava num qualquer apartamento de Lisboa, na altura em que ainda era aceitável arrendar um, quando decidi pegar em mim (e no filme), e vê-lo. É de facto necessário alguma predisposição para pegar nele e vê-lo, pelo menos uma predisposição de três horas e meia, o que nem sempre é fácil neste dias em que…

como a vida seria muito mais miserável sem os filmes da minha vida: Duas ou Três Coisas que Eu Sei Dela de Jean-Luc Godard (1967)

A primeira vez que vi Duas ou Três Coisas que Eu Sei Dela, já tinha visto uma parte substancial da obra de Jean-Luc Godard até à década de ’80. Ou seja, já me foi um filme tardio no conjunto de filmes de JLG. E a verdade é que nem sequer foi um filme que me…